CITE - Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego

Direitos e deveres dos trabalhadores e das trabalhadoras

Direitos e deveres das entidades empregadoras

Obrigações das entidades empregadoras

Proteção na parentalidade

Calculadora amamentação/aleitação dispensa diária
Calculadora
Amamentação/aleitação
Dispensa diária em caso de
tempo parcial

Diálogo social

Formação

Boas práticas de igualdade no trabalho e no emprego

Disparidades salariais

Relatórios sobre o progresso da igualdade

Anúncios de oferta de emprego x Igualdade de género

Estatísticas

Legislação

Jurisprudência

Documentos estratégicos

Pareceres CITE

Pareceres prévios
Elementos obrigatórios
Horário flexível »
Tempo parcial »

Publicações CITE

Projetos CITE

Internacional

Protocolos

Conferências e eventos

CITE e os média

Centro de documentação on-line

Agendas CITE

Ligações úteis

Vídeos

Destaques

Prémio Manuel Lopes 2018 - 10ª edição
Candidaturas até 30 de junho

Prémio Manuel Lopes 2018 - 10ª edição – Candidaturas até 30 de junho

O Prémio Manuel Lopes 2018 distingue as personalidades e organizações que mais se tenham destacado, durante o ano de 2017, na implementação e difusão de boas práticas ou na realização de estudos e trabalhos de investigação em domínios relevantes para a melhoria e inovação da contratação coletiva, nomeadamente em matérias como a dignificação do trabalho e das condições em que este é prestado.

As candidaturas apresentadas em formulário próprio para cada categoria - "BOAS PRÁTICAS" ou "ESTUDOS E INVESTIGAÇÃO", devem ser entregues, até ao dia 30 de junho, diretamente nas Delegações Regionais do Instituto do Emprego e Formação Profissional – IEFP, ou enviadas, por correio registado com aviso de receção, para os serviços centrais do IEFP, dirigidas ao presidente do Conselho Diretivo.

Instituído em 2001 com o propósito de homenagear Manuel Correia Lopes, sindicalista e fundador da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP), cuja vida foi em grande parte dedicada à implementação da contratação coletiva e à sua afirmação como instrumento de progresso das condições de vida dos trabalhadores e de dignificação do trabalho, este Prémio atribui um diploma de mérito e uma prestação pecuniária no montante de 12 500 Euro, aos vencedores de cada uma das categorias.

Para mais informações e apresentação de candidaturas, consultar:
https://www.iefp.pt/noticias?item=8457120

partilhar: FacebookTwitter

voltar »