CITE - Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego

Direitos e deveres dos trabalhadores e das trabalhadoras

Direitos e deveres das entidades empregadoras

Obrigações das entidades empregadoras

Proteção na parentalidade

Calculadora amamentação/aleitação dispensa diária
Calculadora
Amamentação/aleitação
Dispensa diária em caso de
tempo parcial

Diálogo social

Formação

Boas práticas de igualdade no trabalho e no emprego

Disparidades salariais

Relatórios sobre o progresso da igualdade

Anúncios de oferta de emprego x Igualdade de género

Estatísticas

Legislação

Jurisprudência

Documentos estratégicos

Pareceres CITE

Pareceres prévios
Elementos obrigatórios
Horário flexível »
Tempo parcial »

Publicações CITE

Projetos CITE

Internacional

Protocolos

Conferências e eventos

CITE e os média

Centro de documentação on-line

Agendas CITE

Ligações úteis

Vídeos

Destaques

Relatório global sobre as disparidades de género 2017
Fórum Económico Mundial
(Disponível em inglês)

O Índice global de disparidades de género foi elaborado pela primeira vez, em 2006, pelo Fórum Económico Mundial, para recolher os elementos relativos às disparidades baseadas no género e acompanhar a sua evolução ao longo do tempo.

A edição deste ano analisa a evolução de 144 países em matéria de igualdade de género numa escala de 0 (desigualdade) a 1 (igualdade) em quatro eixos temáticos - Participação económica e oportunidades, Nível educacional, Saúde e sobrevivência e Empoderamento político - e atribui classificações aos países que permitem comparações efetivas entre regiões e grupos de rendimento.

O objetivo das classificações é criar uma consciência global relativamente aos desafios colocados pelas disparidades de género e às oportunidades criadas, por forma a reduzir as disparidades. A metodologia e a análise quantitativa subjacentes às classificações foram previstas para servir de base à conceção de medidas eficazes para reduzir as disparidades de género. A metodologia do Índice permaneceu estável desde a sua conceção original em 2006, fornecendo uma base sólida para uma análise entre países e séries temporais.

 

The Global Gender Gap Report 2017

The Global Gender Gap Report 2017

partilhar: FacebookTwitter

voltar »