CITE - Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego

Direitos e deveres dos trabalhadores e das trabalhadoras

Direitos e deveres das entidades empregadoras

Obrigações das entidades empregadoras

Proteção na parentalidade

Calculadora amamentação/aleitação dispensa diária
Calculadora
Amamentação/aleitação
Dispensa diária em caso de
tempo parcial

Diálogo social

Formação

Boas práticas de igualdade no trabalho e no emprego

Disparidades salariais

Relatórios sobre o progresso da igualdade

Anúncios de oferta de emprego x Igualdade de género

Estatísticas

Legislação

Jurisprudência

Documentos estratégicos

Pareceres CITE

Pareceres prévios
Elementos obrigatórios
Horário flexível »
Tempo parcial »

Publicações CITE

Projetos CITE

Internacional

Protocolos

Conferências e eventos

CITE e os média

Centro de documentação on-line

Agendas CITE

Ligações úteis

Vídeos

Destaques

2.ª Conferência da Human Resources debate inovação na Gestão de Recursos Humanos


2.ª Conferência da Human Resources debate inovação na Gestão de Recursos Humanos

“A Inovação na Gestão de Pessoas” foi o tema da 2.ª Conferência da revista Human Resources Portugal que reuniu mais de 150 profissionais na manhã de 15 de Novembro, no Hotel Dom Pedro, em Lisboa.

Arménio Rego, professor da Universidade de Aveiro, abriu a sessão com um convite à reflexão sobre três tópicos: a relevância dos trabalhadores mais velhos na organização, a necessidade de promover uma cultura organizacional de mérito e a importância das virtudes.

«Para inovar, às vezes, não é preciso mesmo inovar, basta ir ao essencial», afirmou.

Foi sobre a “Inovação com Valor na Gestão de Pessoas” que os oradores da 1.ª mesa redonda se debruçaram, com moderação de Álvaro de Mendonça, jornalista. Rui Semedo, presidente do Conselho de Administração do Banco Popular, sublinhou a necessidade de se ser genuíno e defendeu a liderança pelo exemplo: «As pessoas que mais admiro são aquelas em que “what you see is what you get” (o que vês é o que tens). Fazer o que se apregoa é a única forma de tirar partido do que cada pessoa tem de melhor». Para Luís Paulo Salvado, CEO da Novabase, o segredo está no desafio: «Ter uma cultura que encoraje resultados, que encoraje aquele que vai à luta independentemente do contexto». Mário Costa, presidente da Randstad, focou a importância da comunicação: «Devemos falar com todos os colaboradores para saberem o que queremos deles e do seu trabalho». Sandra Ribeiro, presidente da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE), ressalvou o facto de trabalhar numa organização pública que promove a igualdade e deixou a audiência com uma questão sobre a necessidade de não desperdiçar talento apenas com base no género: «Olhem para a realidade das vossas empresas e perguntem-se: Estamos mesmo a aproveitar tudo?» , ressaltando o facto de as mulheres serem de uma forma geral mais preparadas academicamente do que os homens mas tal ainda ter reflexo no mercado de trabalho, nomeadamente no acesso a cargos de decisão.

voltar »