CITE - Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego

Direitos e deveres dos trabalhadores e das trabalhadoras

Direitos e deveres das entidades empregadoras

Obrigações das entidades empregadoras

Proteção na parentalidade

Calculadora amamentação/aleitação dispensa diária
Calculadora
Amamentação/aleitação
Dispensa diária em caso de
tempo parcial

Diálogo social

Formação

Boas práticas de igualdade no trabalho e no emprego

Disparidades salariais

Relatórios sobre o progresso da igualdade

Anúncios de oferta de emprego x Igualdade de género

Estatísticas

Legislação

Jurisprudência

Documentos estratégicos

Pareceres CITE

Pareceres prévios
Elementos obrigatórios
Horário flexível »
Tempo parcial »

Publicações CITE

Projetos CITE

Internacional

Protocolos

Conferências e eventos

CITE e os média

Centro de documentação on-line

Agendas CITE

Ligações úteis

Vídeos

CITE e os média


Rostos.ptDuas MENÇÕES HONROSAS na área da Igualdade entre mulheres e homens

Rostos.pt - ‎06/07/2018‎
Prémio Igualdade é Qualidade Distingue Centro Hospitalar de Setúbal - Duas MENÇÕES HONROSAS na área da Igualdade entre mulheres e homens. Este prémio destina-se a distinguir empresas e outras entidades empregadoras com políticas exemplares nas áreas da igualdade entre... mais »
ObservadorCasos de horário flexível para pais dominam queixas na CITE

Observador - ‎25/06/2018‎
A questão da flexibilização de horários dos trabalhadores com filhos tem dominado a lista de pareceres da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego. Algumas empresas não aceitam alterações. Tal como aconteceu há dois anos, em 2017 a Comissão para a Igualdade no Trabalho... mais »
zap.aeiouEmpresas recusam regime de horário flexível a pais de menores de 12 anos

ZAP.aeiou - ‎25/06/2017
A lista de pareceres da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego é dominada pela questão da flexibilização de horários de trabalhadores com filhos menores de 12 anos. Este ano já foram analisados 321 casos e o tema predominante é o mesmo que o do ano passado... mais »
sabado.ptEmpresas recusam horário flexível a pais de menores de 12 anos

Sábado - ‎25/06/2017
Apesar de estipulado na lei, as empresas não aceitam alterar períodos de trabalho a funcionários com filhos menores de 12 anos, o que origina 85% das queixas na CITE.
O direito ao horário flexível para pais de crianças menores de 12 anos está na origem de 85% das queixas na... mais »
ExpressoEmpresas recusam dar horários flexíveis a pais de menores

Expresso - ‎25/06/2018‎
Em 2017, a CITE emitiu 747 pareceres e o horário flexível dominou as situações apresentadas; este ano, já analisaram 321 casos. Apesar de essa possibilidade estar prevista no Código do Trabalho, ainda há empresas que se recusam a facilitar horários flexíveis a pais de menores de doze... mais »
Pais de menores de 12 anos têm direito a horário flexível, mas empresas recusamPais de menores de 12 anos têm direito a horário flexível, mas empresas recusam

Diário de Notícias - ‎25/06/2018
Pareceres da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego são na maioria de empresas que não aceitam alterar períodos de trabalho... mais »
ExpressoHá 21 cotadas sem mulheres na gestão

Expresso - ‎26/05/2018‎
A lei da paridade de géneros vigora desde 1 de janeiro, mas, nas empresas cotadas, em 399 administradores só 57 são mulheres... mais »
Comissão de Igualdade de Género alerta para preconceito sobre homem cuidadorComissão de Igualdade de Género alerta para preconceito sobre homem cuidador

Diário de Notícias - ‎13/03/2018
A Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) alertou hoje para o preconceito sobre o homem cuidador, defendendo um "trabalho fundamental de desconstrução de estereótipos"... mais »
ExpressoChegar ao topo para ganhar menos

Expresso - ‎11/03/2018‎
A percentagem de mulheres que chegam a cargos de topo em grandes empresas nacionais não chega aos 15%, segundo dados esta semana divulgados pela Informa D&B. E as que lá chegam, mesmo se detentoras de qualificação superior ou até mestrados em gestão (MBA), podem ganhar até 20% menos do que um homem nas mesmas funções e com igual... mais »
Objectivo último: o respeito pela dignidade humanaObjectivo último: o respeito pela dignidade humana

Ver - ‎06/12/2017
O assédio sexual e moral no trabalho, enquanto práticas discriminatórias, privam as vítimas, maioritariamente mulheres, dos seus direitos laborais e do seu valor enquanto pessoas e trabalhadoras, provocando-lhes nocividades que se repercutem na sua auto-estima, no seu projecto de vida e nas suas relações familiares. Nessa medida, a recente alteração... mais »
IGen – Fórum Empresas para a Igualdade 68 organizações de diversos e importantes setores da economia nacional assinam acordo para a igualdade de géneroIGen – Fórum Empresas para a Igualdade 68 organizações de diversos e importantes setores da economia nacional assinam acordo para a igualdade de género

Correio da Manhã - ‎05/12/2017
No dia 5 de dezembro, 68 organizações representativas de diversos e importantes setores da economia nacional juntam-se no Auditório Almada Negreiros, na Gare Marítima de Alcântara, em Lisboa, numa cerimónia coorganizada pela... mais »
iGen: Há sete novas organizações que garantem lutar pela igualdade no trabalhoiGen: Há sete novas organizações que garantem lutar pela igualdade no trabalho

Diário de Notícias - ‎03/12/2017
O iGen, o fórum das empresas e organizações para a igualdade, está a crescer. A dois dias da renovação de compromissos das empresas que se propõem a promover e a cumprir o equilíbrio entre mulheres e homens no local de trabalho, a presidente da Comissão para a Igualdade no Trabalho... mais »
PúblicoEmpresas que não cumpram igualdade salarial podem ser impedidas de celebrar contratos com o Estado

Público - ‎02/11/2017‎
Proposta de lei foi aprovada esta quinta-feira em Conselho de Ministros, numa altura em que as mulheres nos quadros superiores das empresas portuguesas recebem 72,1% do que os homens auferem, segundo relatório que coloca Lisboa no topo do ranking das regiões mais desiguais... mais »
RTP NotíciasMulheres continuam a trabalhar em áreas tradicionalmente femininas mas cenário está a mudar

RTP - ‎01/11/2017
A grande maioria da força laboral feminina ainda trabalha em setores tradicionalmente vocacionados para elas. A conclusão é avançada por um estudo sobre a igualdade de género no mercado de trabalho, que será a apresentado esta quinta-feira, no seminário "A Igualdade de Género no Mercado... mais »
Fórum TSF: Assédio no trabalhoMulheres continuam a trabalhar em áreas "femininas", mas situação está a mudar

TSF - ‎01/11/2017
Mulheres continuam a desempenhar menos cargos de chefia e a auferir salários inferiores. As mulheres continuam a trabalhar principalmente em áreas "tradicionalmente femininas", mas começa a aumentar a sua representatividade nas atividades de consultoria, científica, técnica e similares, revela um... mais »
Homens optam cada vez mais por receber subsídio por licença parental obrigatóriaHomens optam cada vez mais por receber subsídio por licença parental obrigatória

Diário de Notícias - ‎01/11/2017
Cada vez mais os homens optam por receber o subsídio por licença parental obrigatória de uso exclusivo do pai, revela um relatório hoje divulgado, que destaca este aumento "bastante significativo" registado na última década... mais »
www.delas.ptCITE: 38 anos a lutar pela igualdade no mundo laboral

Delas - ‎20/09/2017
Esta quarta-feira, 20 de setembro, passam 38 anos sobre a publicação do Decreto-Lei n.º 392/79, diploma que criou a CITE – Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego e ficou conhecido por “Lei da Igualdade”. Desde a reta final dos anos 70 do século passado, é a CITE o organismo nacional que, com ADN próprio, integrando representantes dos parceiros... mais »
liderancanofeminino.org“As diferenças salariais são mais acentuadas nas atividades em que a participação feminina é maior”

Lideranca no Feminino - ‎27/06/2017‎
Joana Gíria assumiu, em 2015, o cargo de Presidente da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE). Esta Comissão tem um papel importantíssimo na sociedade, no que respeita à promoção do diálogo social, na área da igualdade entre homens e mulheres, no mundo laboral... mais »