CITE - Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego

Direitos e deveres dos trabalhadores e das trabalhadoras

Direitos e deveres das entidades empregadoras

Obrigações das entidades empregadoras

Proteção na parentalidade

Calculadora amamentação/aleitação dispensa diária
Calculadora
Amamentação/aleitação
Dispensa diária em caso de
tempo parcial

Conciliação entre a Vida Profissional e Pessoal e Familiar

Diálogo social

Formação

Boas práticas de igualdade no trabalho e no emprego

Disparidades salariais

Relatórios sobre o progresso da igualdade

Anúncios de oferta de emprego x Igualdade de género

Estatísticas

Legislação

Jurisprudência

Documentos estratégicos

Pareceres CITE

Pareceres prévios
Elementos obrigatórios
Horário flexível »
Tempo parcial »

Publicações CITE

Projetos CITE

Internacional

Protocolos

Conferências e eventos

CITE e os média

Centro de documentação on-line

Agendas CITE

Ligações úteis

Vídeos

Campanhas

DIA NACIONAL DA IGUALDADE SALARIAL 2019
8 de novembro

Eu mereço igual

Sabia que em Portugal as mulheres ainda ganham menos 14,8% do que os homens?
O fosso salarial entre homens e mulheres diminuiu
mas as mulheres continuam a ganhar menos do que os homens: em média, menos 14,8%!

O princípio de “salário igual para trabalho igual ou de igual valor” | #EUMEREÇOIGUAL

A igualdade salarial já é Lei. Agora é preciso que seja uma realidade!

A campanha pela Igualdade Salarial, promovida no âmbito dos 40 anos da CITE e apresentada em junho de 2019, está de regresso na primeira quinzena de novembro de 2019. A campanha pretende sensibilizar, esclarecer e motivar toda a sociedade para a mudança de paradigma.

Veja o filme da campanha

#EUMEREÇOIGUAL

Sabia que a CITE foi a entidade nacional interlocutora para efeitos de admissão de Portugal à EPIC?

Portugal aderiu em junho deste ano à EPIC-Coligação Internacional para a igualdade salarial, organização criada no final de 2017 com a liderança da OIT-Organização Internacional do Trabalho, do Departamento de Mulheres das Nações Unidas e da OCDE-Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.

A EPIC reúne países empenhados numa política de materialização da igualdade salarial através de medidas concretas e pretende apoiar os estados-membros a atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, até 2030, designadamente, o cruzamento do ODS 8 que apela à aplicação do princípio de salário igual para trabalho igual ou de igual valor com o ODS 5 que visa alcançar a igualdade de género e empoderar todas as mulheres e raparigas.

Portugal passou a ser o 11º país membro da EPIC, juntando-se a outros como o Canadá, a Alemanha e a Islândia e também a um alargado conjunto de entidades públicas, parceiros sociais, empresas, e outras entidades que atuam nesta área.

A adesão à EPIC depende do cumprimento de 11 critérios relativos à existência de legislação e de medidas de política pública promotoras da igualdade remuneratória, nomeadamente de legislação alinhada com a convenção da OIT sobre Igualdade de Remuneração, ou de políticas públicas que promovam a igualdade salarial. Portugal, que percorreu nos últimos anos um caminho importante neste plano, cumpriu e cumpre todos os requisitos de adesão à EPIC.

Saiba mais:
Página do GEP-MTSSS dedicada à Igualdade Salarial
Relatório estatístico dedicado à Igualdade Salarial, GEP
https://www.equalpayinternationalcoalition.org/
https://www.equalpayinternationalcoalition.org/blog/members/portugal/

partilhar: FacebookTwitter

voltar »