CITE - Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego

Direitos e deveres dos trabalhadores e das trabalhadoras

Direitos e deveres das entidades empregadoras

Obrigações das entidades empregadoras

Proteção na parentalidade

Calculadora amamentação/aleitação dispensa diária
Calculadora
Amamentação/aleitação
Dispensa diária em caso de
tempo parcial

Diálogo social

Formação

Boas práticas de igualdade no trabalho e no emprego

Disparidades salariais

Relatórios sobre o progresso da igualdade

Anúncios de oferta de emprego x Igualdade de género

Estatísticas

Legislação

Jurisprudência

Documentos estratégicos

Pareceres CITE

Pareceres prévios
Elementos obrigatórios
Horário flexível »
Tempo parcial »

Publicações CITE

Projetos CITE

Internacional

Protocolos

Conferências e eventos

CITE e os média

Centro de documentação on-line

Agendas CITE

Ligações úteis

Vídeos

04 novembro - Dia Nacional da Igualdade Salarial

 

Sabia que em Portugal as mulheres
ganham menos 15,8% do que os homens?

Em Portugal, de acordo com os dados nacionais[1] mais recentes disponíveis, os salários médios das mulheres são inferiores em 15,8% aos dos homens, o que corresponde a 58 dias de trabalho remunerado.

Com o objetivo de chamar a atenção para a persistência desta disparidade salarial entre mulheres e homens, assinala-se no dia 4 de novembro o Dia Nacional da Igualdade Salarial, marcando o número de dias extra que as mulheres têm de trabalhar num ano para atingirem o mesmo salário que os homens ou, numa outra perspetiva, é como se a partir de 4 de novembro, e até ao final do ano, as mulheres deixassem de ser remuneradas pelo seu trabalho.

Em 2016, a diferença da remuneração média mensal de base das mulheres em relação à dos homens baixou 0,9 p.p. face ao observado em 2015. De facto, a evolução da disparidade salarial entre mulheres e homens ao longo dos últimos anos, confirma uma tendência para a redução deste diferencial, com uma diminuição de 2,7 p.p. na remuneração base e de 2 p.p. no ganho médio mensal.


Informação sobre Igualdade Salarial em Portugal:

Infografia Desigualdade Salarial em Portugal – 2018

Infografia Desigualdade Salarial em Portugal – 2018

 


[1] Dados apurados pelo GEP-MTSSS a partir dos Quadros de Pessoal (2016). O indicador de disparidade salarial de género apurado pelo GEP-MTSSS considera todas as empresas com trabalhadores por conta de outrem que respondem ao Relatório Único e tem em consideração as remunerações médias mensais da população trabalhadora por conta de outrem a tempo completo e com remuneração completa.

 

partilhar: FacebookTwitter